Parque Tecnológico de Óbidos e NERLEI desafiam profissionais das TIC e industriais da região a projetar futuro de um distrito 4.0

13 de Outubro

195

O Parque Tecnológico de Óbidos promove dia 13 de outubro, em conjunto com a NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria, o evento “Óbidos + Leiria – Distrito 4.0”, um encontro de networking de profissionais das Tecnologias da Informação e Comunicação com representantes de alguns dos principais setores industriais da região.

Como passar de um património desvalorizado como o distrito de Leiria para um cenário de futuro baseado na economia digital e na Indústria 4.0 será a questão central deste encontro, que pretende refletir sobre o papel, a importância e o impacto da Tecnologia no desenvolvimento e competitividade das diferentes indústrias.

“O desconhecimento entre empresas e empreendedores do distrito de Leiria é o nível mais básico de cooperação que temos de ultrapassar. Não faz sentido que um património administrativo como o distrito de Leiria tenha apenas no Instituto Politécnico de Leiria o único polo aglutinador e de transferência de conhecimento”, explica Miguel Silvestre, diretor-executivo do Parque Tecnológico de Óbidos.

O encontro, a ter lugar nos Edifícios Centrais do Parque Tecnológico de Óbidos, contará com a presença de importantes atores do setor do Turismo, Agricultura e Indústria, aos quais vão juntar-se, numa mesa redonda, programadores, empreendedores e responsáveis do sistema de ensino da região de Leiria e Óbidos.

“O Parque Tecnológico de Óbidos apoia a iniciativa da Nerlei e quer contribuir para que esta região possa ser uma região de inovação digital e industrial. Queremos cooperar na criação de ligações entre empresas e que se apoie a digitalização da Economia. Temos condições para sermos uma referência nesta matéria, caso consigamos trabalhar em conjunto”.

Entre os oradores encontram-se Vítor Rodrigues, executivo de topo com um longo percurso à frente de empresas como a Microsoft, a MicroStrategy ou a Oracle, Joaquim Beato, administrador da fábrica de faianças MOLDE, Telmo Faria, promotor das unidades hoteleiras “Rio do Prado” e “The Literary Man”, ou Miguel Leão, investigador no INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária.

Lançamento dos programas Startup Óbidos e Empreender Leiria

É em ambiente de discussão e de lançamento daquilo que poderão ser as bases de um “novo futuro” para as indústrias da região que serão apresentados dois importantes programas: o programa Startup Óbidos e o Empreender Leiria – Inovar e Capacitar.

O primeiro, já em curso, tem como objetivo fomentar o empreendedorismo, aumentando o seu impacto na criação de emprego e de valor económico.

O programa, dinamizado pelo Parque Tecnológico de Óbidos, será amplificado com outras propostas de valor, através do acesso, por exemplo, a plataformas de financiamento por parte dos empreendedores, a workshops de financiamento e gestão, a formas criativas de desenvolvimento de produtos e serviços, ou ainda a programas de libertação da inovação e criatividade.

O programa Empreender Leiria, dinamizado pela NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria, visa contribuir para um aumento do empreendedorismo qualificado – em particular das regiões de Leiria e Oeste -, através da sensibilização e capacitação de potenciais e atuais empreendedores e público em geral. Tem em vista a concretização de novas iniciativas empresariais em atividades intensivas de conhecimento e/ou tecnologia, mas também em atividades das indústrias culturais e criativas.

Sobre o Parque Tecnológico de Óbidos

O Parque Tecnológico de Óbidos acolhe 30 empresas de base criativa e tecnológica em regime físico e outras 30 em regime de incubação virtual, num total de duas centenas de colaboradores.

Concebido para fomentar um ambicioso cluster criativo e tecnológico, o Parque Tecnológico de Óbidos é um lugar com condições de excelência para as empresas inovarem, crescerem e serem competitivas, assegurando uma interligação dinâmica entre as empresas, o mercado, e a atividade académica e de investigação.

Tem na sua entidade gestora (a OBITEC – Associação Óbidos Ciência e Tecnologia) duas universidades, um politécnico e uma escola técnica.

Programa
Press Release (pdf)