Nery Delgado publicou as escavações nas Grutas da Cesareda há 150 anos

Jornadas de Arqueologia em Óbidos

71

Decorreram a 26 de Novembro, no Espaço Ó, as Jornadas de Arqueologia, em que o Município de Óbidos comemorou os 150 anos da publicação de Nery Delgado sobre as Grutas da Cesareda, intitulada: “Da Existência do Homem no Nosso Solo em Tempos Mui Remotos Provada pelo Estudo das Cavernas. Notícia ácerca das Grutas da Cesareda”.

Na monografia, Nery Delgado publicou os resultados das escavações arqueológicas efetuadas nas grutas Casa da Moura, Lapa Furada e Cova da Moura, entre 1865 e 1866. Trata-se do primeiro estudo arqueológico que se elaborou sobre o concelho de Óbidos.

Após a abertura das Jornadas pelo vice-presidente da Câmara Municipal de Óbidos, vários especialistas de renome evocaram a produção científica e o pioneirismo de Nery Delgado nas áreas da geologia e da arqueologia.

A Professora Doutora Ana Carneiro traçou o percurso pessoal e científico de Nery Delgado no contexto da Regeneração, destacando-se os trabalhos pioneiros para o levantamento geológico de Portugal e os esforços de mediação nas redes de investigação europeia que refletiam as tensões políticas de então.

O Professor Doutor José Tomás de Oliveira apresentou a investigação geológica de Nery Delgado sobre os terrenos paleozóicos de Portugal, salientando-se entre as diversas vertentes a identificação de novas espécies fósseis e os estudos pioneiros sobre rastos de organismos fósseis na rocha.

O Professor Doutor Miguel Ramalho explicou a importância da criação do Museu Geológico logo no séc. XIX para a conservação das coleções das Comissões Geológicas de Portugal, tanto de espécimes fósseis como de materiais arqueológicos, o qual foi classificado como Imóvel de Interesse Público em 2010.

João Figueiredo mostrou o inventário e o levantamento espeleológico do Planalto das Cesaredas, evidenciando a relocalização da Lapa Furada e da Cova da Moura com base nas descrições do próprio Nery Delgado.

O Professor João Zilhão descreveu os trabalhos pioneiros de Nery Delgado na Casa da Moura para a arqueologia pré-histórica em contexto de gruta, onde realçou a importância histórica da identificação do primeiro crânio anatomicamente moderno três anos antes dos exemplares de Cro-Magnon (França), e apresentou o desenvolvimento do seu legado na investigação arqueológica sobre o paleolítico da Casa da Moura e da Gruta da Aroeira.

O Professor João Luís Cardoso tratou os relevantes contributos científicos de Nery Delgado para a arqueologia pré-histórica, através dos trabalhos na Casa da Moura, em que assinalou o carácter inovador da escavação e da monografia ao nível da Península Ibérica, na Gruta da Furninha, mas também na Ota para o encerramento da questão do “Homem Terciário”.

Durante as Jornadas, os participantes tiveram a oportunidade de observar uma placa de xisto do período neolítico, que foi recentemente encontrada por Sérgio Medeiros na Casa da Moura, bem como de manipular o modelo tridimencional da parte escavada por Nery Delgado na Lapa Furada.

Com o apoio do Crédito Agrícola e da Ginja de Óbidos Oppidum, estas Jornadas de Arqueologia celebraram os trabalhos científicos de Joaquim Filipe Nery da Encarnação Delgado na área da geologia e da arqueologia, os quais tiveram reconhecimento imediato, continuaram a ser utilizados e foram aprofundados ao longo do tempo.