“Estamos a fazer um esforço na ordem dos 3,2 milhões de euros para os próximos quatro anos”

Assinatura dos Contratos Interadministrativos com as Juntas de Freguesia

424

Foram celebrados, no passado sábado, 27 de Janeiro, no salão nobre dos Paços do Concelho, os Contratos Interadministrativos e Acordos de Execução com as Juntas de Freguesia, num apoio anual de 626 mil euros e um total de 2,5 milhões durante todo este mandato. A este valor junta-se ainda mais 200 mil euros para a aquisição de carrinhas para as freguesias, assim como mais 500 mil euros para obras, maquinaria diversa e mão-de-obra, numa soma, para o mandato, de 3,2 milhões de euros. A cerimónia, integrada nas comemorações do Feriado Municipal, juntou todos os presidentes das sete Juntas de Freguesia do concelho de Óbidos.

O presidente da Câmara Municipal de Óbidos enalteceu “o papel que cada presidente de Junta teve na construção deste processo”. “Esta descentralização faz-se efetivamente, porque há um ganho na eficácia para o erário público e para as nossas populações”, sublinhou Humberto Marques, acrescentando que “as Juntas de Freguesia tinham necessidade destes meios para poder responder às populações”.

O autarca garantiu ainda que as Juntas de Freguesia “conseguem, com os mesmos meios, fazer mais e mais rápido”, assegurando que, “com esta delegação, estamos a aproximar os centros de poder das pessoas”. “Estamos a fazer um esforço na ordem dos 3,2 milhões de euros para os próximos quatro anos”, revelou Humberto Marques, explicando que é necessário, entre todos, “continuar com a afirmação do território, para a captação de investimento e aumento da riqueza interna”.

Segundo José Pereira, “estes protocolos são uma aposta muito forte entre a Câmara Municipal de Óbidos e as Juntas de Freguesia”. O vice-presidente declarou ainda que, este ano, “o leque do protocolo foi alargado no seu teor, assim como na componente dos transportes”, destacando “a facilidade em trabalhar” com os autarcas de freguesia.

Por seu lado, Fernando Jorge realçou “a política de proximidade” que tem vindo a ser praticada, garantindo que esta descentralização “é um ato da maior importância”. O presidente da Assembleia Municipal destacou ainda “o mérito que as Juntas de Freguesia têm tido nos últimos anos” e a “importância e o grande sentimento para as populações que os autarcas representam”.

Juntas de Freguesia:
A-dos-Negros
Amoreira
Gaeiras
Olho Marinho
Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa
Usseira
Vau