Arte e Sustentabilidade misturam-se no Festival de Chocolate de Óbidos

Esculturas de Chocolate estão já a ser feitas

474

As esculturas de chocolate são um dos pontos incontornáveis do Festival Internacional de Óbidos e, este ano, a organização quis aproveitar este elemento de exposição para criar símbolos, que não são mais do que alertas aos visitantes para a necessidade imperativa de uma mudança, assente numa consciência cívica e ambiental, tendo em conta a temática do evento deste ano: alterações climáticas.

Cada escultura, para além de ser uma obra de arte, é um símbolo de uma relação causa-efeito do impacto do comportamento humano no nosso Planeta. Serão 10 esculturas, cerca de 2 mil quilos de chocolate, cedidos pelo parceiro Eureka e, convertidos em 10 símbolos, que pretendem levar o visitante a refletir e a dar o primeiro passo neste caminho que tem de ser feito por todos nós. A organização do evento está a dar os primeiros passos nessa mudança, passando a reutilizar o chocolate de edições anteriores na construção das esculturas do festival.

Desde o Panda, símbolo do WWF (World Wildlife Fund), espécie vulnerável devido à perda severa de biodiversidade, passando pelo Urso Polar, cuja vulnerabilidade desta espécie está relacionada com as repercussões do aumento da temperatura no seu habitat natural, aos Painéis Solares, que nos permitem a redução das emissões de dióxido de carbono e a melhorar a eficiência energética, será um percurso repleto de arte e sabedoria ambiental. Estes são alguns dos exemplos do que poderá ver, em Óbidos.

O chef chocolatier Abner Ivan está a realizar uma residência criativa em Óbidos, onde coordena uma equipa de pasteleiros, naquela que é uma excelente oportunidade de aprendizagem para os pasteleiros locais, que através do desafio de elaborar peças complexas e sem nenhuma estrutura a não ser chocolate, adquirem novas competências na arte de trabalhar o chocolate.

Durante o Festival Internacional de Chocolate, o chef Abner Ivan irá demonstrar ao vivo a construção de duas esculturas em chocolate, desvendando técnicas e segredos para a elaboração das esculturas.

Recorde-se que o evento estará aberto ao público, de 23 de Fevereiro a 18 de Março,  de sexta-feira a domingo, em quatro fins-de-semana consecutivos, na Cerca do Castelo, em Óbidos. O bilhete de entrada geral no evento é de 6,5 euros. Mais informações em festivalchocolate.cm-obidos.pt.

Programa (pdf)
Press Release (pdf)