JVG estuda a utilização das redes sociais como método de comunicação intergeracional

Associação de Jovens Voluntários das Gaeiras

435

A associação de Jovens Voluntários de Gaeiras, no âmbito do projeto Comm.Comm (Communities Communication), cofinanciado pela Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Acão, está a realizar um questionário a mais de 600 jovens Europeus. O questionário tem como objetivo avaliar o papel das redes sociais e das ferramentas tecnológicas como potenciadores da comunicação em comunidades locais.

Segundo Cláudio Rodrigues, gestor do projeto, “este é um momento chave para a Europa. Aprender a comunicar e ensinar a pensar é essencial para que as comunidades locais venham a desempenhar um papel estruturante para os jovens. O potencial das associações locais não pode ser negligenciado”, conclui.

O questionário poderá ser preenchido online através do link: goo.gl/7bnbRt.

A associação promoverá também inquéritos presenciais para pessoas sem acesso à internet, ou sem as ferramentas necessárias ao preenchimento online.

A comunicação intergeracional e a promoção do pensamento crítico em zonas de baixa densidade populacional é um dos objetivos estratégicos desta parceria estratégica que envolve 5 países Europeus (Portugal, Espanha, Grécia, Roménia e Estónia).

Está também em curso, em parceria com a Fábrica da Criatividade do Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos, um projeto piloto que promoverá a criação de novos elementos de comunicação intercomunitária inspirados em emojis, criando pontes de entendimento entre jovens, adultos e idosos em zonas rurais.

O projeto

O projeto Comm.Comm é uma parceria estratégica para a inovação, financiada pelo programa Erasmus+ que incide sobre a comunicação e capacitação dos jovens e de comunidades locais, especialmente em áreas de baixa densidade populacional. A geração do novo milénio está em permanente adaptação e desenvolve novas formas de comunicação, nem sempre compreendidas pelos escalões mais envelhecidos das comunidades rurais (devido a baixa literacia digital ou outros fatores que promovem evidentes dificuldades de comunicação).

O acesso generalizado a informação, comunicação e a uma realidade global não coincidente com as realidades locais dos jovens aumentam exponencialmente as dificuldades e disparidades na forma da comunicação. Esta disparidade inviabiliza a construção e a fertilidade de conteúdos capacitativos de relevância, diminui os índices de crescimento das comunidades e a ampla integração dos jovens nas suas comunidades e na aldeia global tendo em conta a dualidade do real em que se encontram em permanência.

Esta parceria estratégica para a inovação tem os seguintes objetivos orientadores:
• Promoção de uma comunicação eficiente entre jovens e educadores em áreas de baixa densidade populacional.
• Aumento do envolvimento dos jovens nas suas comunidades locais.
• Aumento do empreendedorismo jovem e da compreensão de glocalidade.
• Partilha de boas práticas em zonas de baixa densidade populacional e construção de pontes de entendimento entre áreas com as mesmas características.
• Utilização de métodos não formais de educação para a promoção do pensamento crítico e para prevenir o aumento do número de NEET (Not in Education, Employment, or Training), especialmente em áreas de baixa densidade populacional.
• Aumento da consciência intercultural e das relações intergeracionais em zonas de baixa densidade populacional.
• Uso dos novos meios de comunicação (vulgo Social Media) e de ferramentas tecnológicas para desenvolvimento social e comunitário
• Aumento do interesse e compreensão das políticas de juventude, políticas locais e participação jovem na vida pública.
• Integração de jovens com dificuldades de aprendizagem ou outras em zonas de baixa densidade populacional.

O projeto Comm.Comm utilizará ferramentas tecnológicas como facilitadores de entendimento e comunicação entre jovens, adultos e instituições.

Mais informações sobre o projeto Communities Communication disponíveis em:
https://www.facebook.com/communities.communication/
http://commcomm.eu/