Exames vão também avançar no concelho de Óbidos

Rastreio a crianças deteta alterações da visão

111

No primeiro balanço de um rastreio iniciado no final de Novembro de 2018 no Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte, chegou-se à conclusão que cerca de 6 por cento das crianças rastreadas para alterações da visão, no Centro de Saúde das Caldas da Rainha, necessitaram de reavaliação em consulta médica.

Nesta primeira fase, já foram rastreadas as crianças do concelho das Caldas da Rainha que nasceram no primeiro semestre de 2017, tendo havido uma adesão de 77,4 por cento. O rastreio visual infantil será agora aplicado nos concelhos de Alcobaça, Nazaré, Bombarral, Óbidos e Peniche.

O ACES Oeste Norte foi o primeiro agrupamento da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo a implementar o rastreio de saúde visual infantil. Esta iniciativa incide sobre crianças de dois anos e consiste na aplicação de um exame simples, com o objetivo de detetar precocemente alterações visuais como o estrabismo, miopia, hipermetropia e astigmatismo.