António Moreira Como podemos explorar pedagogicamente um filme, ou outro recurso audiovisual, numa sala de aula e maximizar as possibilidades que as tecnologias colocam ao nosso alcance?

Este é o ponto de partida para a conferência “Cinema, Educação e Tecnologias. Possibilidades Didáticas”, que irá decorrer no próximo dia 29 de março, no auditório da Escola Josefa de Óbidos. A defender o princípio de que o cinema pode e deve ser um recurso de aprendizagem, válido para todos os ambientes, sejam eles virtuais ou presenciais, estará António Moreira, docente da Universidade Aberta, coordenador científico da ELO - Unidade Móvel de Investigação em Estudos do Local, e orador principal nesta conferência.

O Professor António Moreira tem vasto material editado sobre esta temática, além de ser formador em múltiplos cursos que materializam essa questão e é o orador principal de um ciclo de conferências de “Cinema e Educação”, que tem decorrido este ano em vários pontos do País, com a chancela da Universidade Aberta e o do Plano Nacional de Cinema da Direção Geral de Educação (PNC). Todo o ciclo tem como suporte o livro “Cinema e Educação – Convergências para a Formação Cultural, Social e Artística”, um instrumento de trabalho sobre a própria linguagem do cinema enquanto linguagem formativa, que também será apresentado.

Na vila, esta iniciativa surge de uma parceria entre a Universidade Aberta (através do seu Centro Local de Aprendizagem de Porto de Mós, no âmbito da ELO), o PNC, o Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos e o Sindicato dos Professores da Zona Centro. É uma ação de participação gratuita, feita a pensar em docentes e educólogos, mas aberta à população em geral e creditada, como ação de curta duração, para professores do Ensino Básico e Secundário.

 

- Cartaz (PDF)

Notícias

next
prev