Gaeirense Basket/Óbidos.pt campeão do CNB1 Zona Sul e sobe de divisão

basquetebol

337

Vitória em Albufeira por 67-66

A equipa de basquetebol do Gaeirense/Óbidos.pt é campeã da CNB1/zona sul e sobe à Proliga. A equipa deslocou-se no passado sábado, dia 28 de Maio, ao Pavilhão Desportivo de Albufeira, para defrontar a formação do Imortal DC, em jogo decisivo para o título do Campeonato Nacional da 1ªDivisão Zona Sul. A equipa de Óbidos venceu a partida por 67-66.

Depois de ter vencido o primeiro encontro na Vila de Gaeiras por 69-64, e se ter colocado na frente da eliminatória por 1-0, bastava ao Gaeirense Basket/Óbidos.pt uma vitória em Albufeira para ser Campeão. Em caso de derrota tinha ainda a possibilidade de vencer “a negra” no dia seguinte (domingo, dia 29), mas o cansaço de dois jogos consecutivos (sábado e domingo) seriam muito mais prejudiciais aos gaeirenses que se encontravam a 330 quilómetros de casa. Ao Imortal só a vitória servia. Era o tudo ou nada.

Os primeiros minutos de jogo serviram para “afinar a pontaria” com as duas equipas a terminarem os seus ataques muito cedo em lançamentos exteriores que teimavam em não entrar no cesto. Acabado o “concurso de lançamentos” foi possível ver duas das melhores equipas nacionais a praticarem basquetebol ao melhor nível, com individualidades do melhor que há no nosso País a abrilhantarem esta final do CNB1 Zona Sul, como são o caso de João Santos (Imortal) e Pedro Rochete (Gaeirense Basket/Óbidos.pt). Fizeram um 1º período fantástico. Com 10 minutos jogados o resultado estava em 14-18 a favor dos gaeirenses.

Com o marcador favorável à equipa do concelho de Óbidos os algarvios mostravam preocupação em dar a volta aos acontecimentos. Foi no jogo interior que focaram as suas movimentações ofensivas com o objectivo de tentarem lançamentos perto do cesto ou assistências para a linha de 3 pontos. À medida que os minutos foram passando os algarvios conseguiam finalmente ganhar alguma vantagem no confronto directo através de um jogo mais físico, levando o marcador para a diferença mínima na paragem para a segunda parte (31-32).

Com 20 minutos para jogar, a diferença de 1 ponto entre as duas equipas demonstrava na perfeição o equilíbrio dentro de campo. Moralizados pelo período anterior, os atletas do imortal DC continuavam a ganhar vantagem no marcador, sem que os gaeirenses conseguissem travar as armas ofensivas do adversário, e sempre que conseguiam aproximar o resultado surgia um lançamento exterior a aumentar a vantagem a seu favor. Foi o melhor momento da equipa albufeirense que conseguia marcar 20 pontos contra 15 pontos no 3º período.

A perder por 51-47 os homens do Gaeirense Basket/Óbidos.pt precisavam de impor maior velocidade nas suas movimentações de transição e defender com maior agressividade para poder ter uma hipótese de vitória neste jogo, mas foi preciso os visitados aumentarem a sua vantagem à diferença máxima de 8 pontos para que os gaeirenses fossem buscar toda a sua força e vontade de vencer para aos poucos conseguirem diminuir a diferença no marcador.

Faltavam 3 minutos e já a vantagem dos locais era de apenas 4 pontos. Aos 2 minutos já estavam empatados, e a cerca de 1 minuto de terminar o encontro, o Gaeirense Basket/Óbidos.pt passa finalmente para a frente do marcador para não mais largar essa vantagem.

A 25 segundos do fim, a perder por 1 ponto, os visitados tinham um ataque para dar a volta ao marcador, mas algum nervosismo próprio de um jogo decisivo fez com que o lançamento dos da casa batesse no aro e saltasse para fora. Ressalto para o Gaeirense Basket/Óbidos.pt, 10 segundos para terminar o jogo, e na tentativa de levar a bola para o campo adversário o atleta gaeirense sofre uma pressão defensiva de 2 contra 1, quando praticamente todos os seus colegas já estavam no meio campo adversário e perde a bola deixando os dois adversários a atacar apenas contra um defensor gaeirense.

Com 6 segundos para terminar a partida atacam o cesto, não conseguem a penetração com sucesso, a bola ressalta novamente para as mãos do base do Imortal que faz um lançamento sobre o único defensor gaeirense e… falha. Ressalto para o gaeirense e termina o jogo. Vitória por 1 ponto (66-67).

De salientar que o Pavilhão Desportivo de Albufeira conta com uma capacidade para 1.200 pessoas mas apenas 1/5 estava preenchido com adeptos locais e cerca de 20 adeptos gaeirenses, longe do ambiente fantástico vivido no Pavilhão do Gaeirense que contava com casa cheia no último jogo a apoiar ruidosamente a equipa local.

Final Nacional marcada para o dia 11 de Junho, onde o Gaeirense Basket/Óbidos.pt) vai defrontar o Campeão da Zona Norte (Oliveirense) para se saber quem é o Campeão Nacional da 1ª Divisão.

Press Release (pdf)