PTO Integra redes europeias nas áreas das STEM

Parque Tecnológico de Óbidos

189

No âmbito do Programa Europeu para a Educação, Formação, Juventude e Desporto – Programa Erasmus +, foram aprovadas duas candidaturas que permitem ao Parque Tecnológico de Óbidos integrar duas redes europeias que vão desenvolver um conjunto de atividades nas áreas STEM [science (ciência), technology (tecnologia), engineering (engenharia), mathematics (matemática)].

A participação nestas duas redes vem afirmar o investimento que o Parque Tecnológico tem vindo a desenvolver na educação tecnológica, como é o caso do projeto deCode – academia de programação e robótica, mas também impulsionar a sua aproximação e articulação junto das Escolas D`Óbidos. Com um financiamento total aprovado pela Comissão Europeia que ultrapassa os 500 000.00€, os dois projetos pretendem criar, nos países envolvidos, novas dinâmicas educativas, intensificar a presença de profissionais das áreas mais tecnológicas junto das escolas, garantir o acesso a novas soluções tecnológicas e a criação de materiais pedagógicos que possam ser divulgados em plataformas mundiais.

Uma das redes aprovadas é coordenada pela EUN Partnership AISBL, uma organização europeia composta por representantes de 30 Ministérios da Educação Europeus e com uma vasta experiência na promoção das STEM em contextos educativos, como é o caso do projeto Scientix. O Parque Tecnológico, o Ministério da Educação de Portugal (Direção Geral de Educação), o Ministério da Educação de Malta (Departamento de Gestão Curricular) e a CRS – Europe Business Network (Bélgica) constituíram-se como parceiros do projeto SYSTEMIC – Say Yes To STEM In The Classroom que pretende desenvolver um conjunto de ações de promoção das áreas STEM na escolas. Está previsto a criação de um programa de formação para professores/diretores, da criação de um guia de apoio à participação de profissionais das áreas STEM nas escolas, bem como a definição de novas práticas pedagógicas que possam impulsionar o prosseguimento de estudos nestas áreas. No final do projeto, a rede pretende que as atividades desenvolvidas pelos diversos parceiros possam atingir as 2 500 escolas e organizações relacionadas com as STEM, 3000 professores/profissionais de orientação vocacional, 60 000 alunos e 3 500 instituições parceiras.

A segunda rede está relacionada com as áreas da robótica e programação e é constituída por sete organizações, maioritariamente escolas profissionais/secundárias da Polónia, Itália e Turquia, com uma vasta experiência no desenvolvimento destas áreas. O Parque Tecnológico e a empresa Answer2u (Polónia) associam-se a este projeto, garantindo a articulação com as Escolas D`Óbidos e o apoio técnico e especializado para a prossecução das atividades previstas. O Projeto RoboIP – Robotic Over Internet Protocol prevê ações para alunos e professores em diversas aplicações/sistemas (iOS, Android, Windows ou Ethernut), com o objetivo final de criar um programa de formação em iOS, traduzido em diversas línguas e que seja divulgado de forma gratuita no iTunes, bem como a criação de um sistema de controlo remoto de um robot NAO.

Óbidos receberá, em 2019, o Festival de Robótica, com a participação de alunos e professores dos países envolvidos nesta rede.