Quando locais e estrangeiros podem ser uma comunidade única

2 de Março

393

Foi apresentado, no 2 de março, o Espaço de Integração Multicultural de Óbidos. Vai funcionar no edifício junto à Porta da Vila e pretende ser um local de encontro, de parcerias e de partilha de experiências entre a comunidade local e a comunidade de estrangeiros que vive no concelho de Óbidos.

Este espaço vai ser dinamizado pela Câmara Municipal de Óbidos, com o apoio da recém-criada associação “Silver Coast Volunteers” [Voluntários da Costa da Prata], uma entidade que junta os estrangeiros a viver no território de Óbidos. O objetivo é, acima de tudo, a partilha de competências entre comunidades, mas também um espaço onde os estrangeiros podem ajudar outros estrangeiros, que queiram vir viver para a região, a adaptar-se e a perceber o modo de vida português, nas suas diversas componentes.

A vereadora com o pelouro do Desenvolvimento Comunitário afirmou que este novo espaço “vai tornar-se pequeno para tantas vontades de fazer”. Celeste Afonso reconhece que Óbidos “é um território onde ouvimos falar muitas línguas”, assegurando que, por isso, “somos um ponto de encontro multicultural”. Nesta “comunidade de Babel”, como classificou, Celeste Afonso entende que é “uma mais-valia a troca e o fazermos todos parte da comunidade”.

Joana Rodrigues, que vai dinamizar este Espaço de Integração Multicultural, explicou que a ideia base “é juntar toda a gente”, sendo, ao mesmo tempo, “um começo de novas parcerias”. “Este é um espaço de sustentabilidade, onde a utilização dos recursos da nossa terra é feito de forma correta, mas também é um espaço de colaboração, valorização de competências, troca de experiências e integração cultural”.

John Dowling, da associação de voluntários estrangeiros, afirma que “este deverá ser o primeiro grupo de integração multicultural do País” e, por isso, “pretende ajudar a integração de estrangeiros que queiram vir viver para Portugal”. O responsável explicou que é importante “perceber as leis [nacionais], os impostos, entre muitas outras coisas e, por isso, estamos a recolher todas as informações para que as pessoas tenham o seu processo facilitado”.

Por outro lado Joseph Poon, presidente da Silver Coast Volunteers, explicou que nos três meses de existência da associação, “já temos cerca de 100 elementos”. “O sucesso só é possível com o empenho e dedicação das pessoas”, referiu, assegurando que tudo isto “se deve ao apoio que receberam e também à política de integração da Câmara Municipal de Óbidos”.

O Espaço de Integração Multicultural de Óbidos junta o Município de Óbidos, a Silver Coast Volunteers, o Espaço Ó, os programas municipais Melhor Idade e Ativa-te, as associações locais e os Guias de São Lourenço.

Press Release (pdf)