“Reduzimos em quase 18 por cento a nossa dívida”, assegura o presidente da Câmara Municipal de Óbidos

Prestação de Contas 2017

429

“Estas contas devem-nos orgulhar!” Foi desta forma que Humberto Marques falou da prestação de contas do ano de 2017, destacando “a redução em quase 18 por cento da nossa dívida total”. O presidente da Câmara Municipal de Óbidos garante que foram feitas duas coisas: “Executámos obras, porque as pessoas precisam delas, e, ao mesmo tempo, tratámos das contas públicas”. “Quem nos dera que o nosso País, nesta última década, tivesse reduzido o stock da dívida como a Câmara Municipal de Óbidos tem vindo a fazer”.

Humberto Marques explica que estes resultados são ainda mais importantes, uma vez que são referentes a um ano eleitoral, “onde há sempre uma tentação enorme de aumentar brutalmente a despesa e a dívida”. Em relação a Óbidos, o autarca garante que, em 2017, “a dívida reduziu [no geral] e reduziu, ao mesmo tempo, a dívida de curto prazo, que é onde mais se acumula”.

No que diz respeito ao investimento, Humberto Marques confirma “que temos tido essa capacidade”. “Nunca morremos na praia por falta de capacidade financeira para irmos buscar fundos comunitários”. Apesar dos atrasos na abertura das candidaturas, “e com tão pouco tempo para executar, conseguimos atingir quase 14 milhões de euros de execução”.

No que diz respeito aos impostos municipais, o presidente da Câmara Municipal de Óbidos declara que “não foram tentados [em ano eleitoral] a baixar a taxa de IMI”. “O nosso aumento de receita derivou do mercado, ou seja, do Imposto Municipal sobre Transações (IMT) e conseguimos atingir o objetivo, apesar de ter sido um ano especialmente sensível e difícil”. Humberto Marques revela ainda outros números, nomeadamente que a autonomia financeira do Município de Óbidos é de 66 por cento e que o ativo circulante é quase cinco vezes superior ao passivo circulante.

Por todas estas razões, “se há executivo que tem dado sinais de rigor, de disciplina e de eficácia, tem sido este”, afirma, sublinhando, mais uma vez, o facto de “não se ter deixado de fazer investimento”. No entanto, Humberto Marques é perentório: “Apesar destes resultados, não podemos deixar de continuar a estar atentos e, acima de tudo, de continuar a cuidas das nossas contas, todos os dias!”

Press Release (pdf)