“O Parque Tecnológico de Óbidos é uma referência”

Visita do Secretário de Estado da Economia a Óbidos

429

O Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, visitou, na passada quinta-feira, 13 de dezembro, o Óbidos Parque – Parque Tecnológico de Óbidos. A visita fez parte dos Encontros para a Competitividade e Inovação, uma iniciativa do Ministério da Economia, dinamizada em colaboração com o IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação.

João Correia Neves afirmou que “o Parque Tecnológico faz parte de uma geração de parques desta natureza, que se começaram a instalar em alguma zonas do País”, sendo que, “atrás desta geração, vieram muitos outros, com incubadoras”. O governante realçou “a importância de haver economias de aglomeração, ou seja, zonas onde as pessoas se juntam a partir de qualificações, às vezes distintas, para permitir construir soluções de cooperação entre as empresas que estão nos mesmos parques”. O Parque Tecnológico de Óbidos “é uma referência”, insistiu o secretário de Estado, esperando “que continue nesta senda de apostar nas coisas boas que a região já tem, de ajudar a acrescentar valor aos produtos e serviços e atrair investimento de referência”.

O governante foi recebido pelo presidente da Câmara Municipal de Óbidos, Humberto Marques, e pelo diretor do Parque Tecnológico de Óbidos, Miguel Silvestre. João Correia Neves teve a oportunidade de visitar as instalações dos edifícios centrais do parque, assim como de contactar de perto com algumas das empresas ali instaladas.

Estas visitas têm como objetivo “dar a conhecer e colocar em evidência o tecido empresarial português”, mas também “fomentar sinergias entre os vários agentes públicos e privados, dando especial atenção aos desafios que se perspetivam para as empresas e para a regiões”, faz saber o IAPMEI, no seu sítio na internet. A iniciativa irá também percorrer todo o País durante 2019, em sessões de trabalho com empresas e entidades da envolvente empresarial regional.

No Oeste, o périplo incluiu uma reunião de trabalho na OesteCIM, uma visita à empresa Tekever, em Óbidos, ao CETEMARES – MARE IPLeiria, Centro de I&D, Formação e Divulgação do Conhecimento Marítimo do Instituto Politécnico de Leiria, e à empresa NIGEL, em Peniche.