24.ª Semana Internacional de Piano de Óbidos arranca dia 21 de Julho

Bruno Canino pela primeira vez em Portugal

165

Óbidos volta a receber concertos do mais alto nível de pianistas da Rússia, de Itália, do Brasil, da China, de Espanha e de Portugal. A Semana Internacional de Piano de Óbidos é uma iniciativa da ACIM – Associação de Cursos Internacionais de Música – que persiste na sua missão formativa e de promoção cultural da Região Oeste há 24 anos. “O nosso conceito combina um festival de música com um programa de master classes para pianistas em início de carreira”, explica a pianista Manuela Gouveia, presidente da ACIM.

Um dos destaques da SIPO vai para Bruno Canino, pianista italiano de 84 anos que atua pela primeira vez em Portugal. Durante os 50 anos de carreira, compôs mais de 30 peças, percorreu quase todos os continentes e foi diretor da Secção de Música da Bienal de Veneza. O seu recital de piano é dia 27 de Julho às 21 horas no Auditório Municipal da Casa da Música, em Óbidos, onde decorre a maior parte dos concertos.

“Temos concertos também nas Caldas da Rainha, no Bombarral e em Santarém, uma vez que o nosso objetivo é envolver mais municípios na cultura da região”, sublinha a Presidente da ACIM. A SIPO abre no dia 21 de Julho, às 21 horas, nas Caldas da Rainha, com Manuela Gouveia ao piano, acompanhada pela Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO). Esta Orquestra, dirigida pelo Maestro Nicolay Lalov, realiza mais de 120 espetáculos por ano em Portugal e no estrangeiro: concertos sinfónicos, recitais de música de câmara, concertos didáticos e animações.

No dia 23 de Julho sobe ao palco do Centro Cultural de Congressos das Caldas da Rainha o Trio Tulipatan, que conta com Margarida Natividade, soprano, Tiemin Wang, tenor, e Xavier Rivera, ex-pianista da orquestra da radiotelevisão belga e criador de diversas óperas contemporâneas em França e na Bélgica. Em Óbidos, no Santuário do Senhor Jesus da Pedra, o cravista brasileiro, Cristiano Holtz, proporciona um recital dedicado a obras de J.S. Bach, no dia 24 de Julho. Dois dias depois é a vez do pianista espanhol Josep Colom subir ao palco. As noites de 28, 29 e 31 de Julho do Auditório Municipal da Casa da Música, em Óbidos, estão reservadas para Artur Pizarro, Mirta Herrera e Boris Berman, respetivamente.

A fechar a SIPO estão os concertos do chinês Wenfang Han e do italiano Lorenzo Pone, pianistas promissores em início de carreira que foram distinguidos em edições anteriores da SIPO com o Prémio ACIM / Antena 2. Apresentam três recitais de piano: em Óbidos no dia 1 de Agosto, no Bombarral no dia 4 e em Santarém no dia 5, sempre às 17 horas. Os estudantes SIPO 2019 vão tocar em palco no dia 2 de Agosto em Óbidos às 17 e às 19 horas.

Os horizontes da SIPO alargam-se também a outras artes, como é o caso da pintura com a exposição de Fernando Marques de Oliveira “OSTINATO RIGORE / lines on plain landscape” e da palestra de José Valle de Figueiredo, poeta, ensaísta e programador cultural, com o tema “DOIS POETAS EM ÓBIDOS – Camilo Pessanha e Alberto Osório de Castro”. A exposição está patente na Casa da Barbacam em Óbidos de 22 de Julho a 4 de Agosto e a palestra é no dia 28 às 17 horas.

As master classes de piano são um dos pontos fortes da SIPO. “Aqui é dada formação especializada a alunos de piano que estão a concluir a sua formação, pianistas em início de carreira e professores”, explica Manuela Gouveia. Todos os anos, uma média de 25 alunos nacionais e internacionais participam na formação com pianistas de renome internacional. Este ano são cinco professores – Artur Pizarro, Boris Berman, Bruno Canino, Josep Colom e Manuela Gouveia – que vão estar rotativamente em três espaços de Óbidos – Casa da Música, Igreja da Misericórdia, Casa da Barbacam – a dar formação a jovens pianistas de Portugal, do Brasil, da China, da Islândia, entre outros. As master classes SIPO “são muito mais do que momentos de formação, já que são abertas ao público e constituem uma oportunidade única para as pessoas estarem dentro do ambiente musical mais intensamente”, explica a presidente da ACIM.

Este ano a SIPO conta, mais uma vez, com a distinção da EFFE – European Festival Association – “o que para nós é um reconhecimento do valor cultural do nosso evento a nível internacional”, refere Manuela Gouveia. A ACIM foi fundada em 1996 com o propósito de criar na Região Oeste um núcleo de atividades culturais com artistas de renome internacional. Desde então aposta na formação de jovens músicos. A Associação foi distinguida com a medalha de mérito da Câmara Municipal de Óbidos da Associação Empresarial de Óbidos pelo contributo económico à região.

Mais info: www.pianobidos.org

25julTodo o dia04augSIPO - Semana Internacional de Piano de ÓbidosÓbidos