Apresentação do Projeto “ECO-FEST” do Espaço Ó

Dia 6 de Setembro, em Gaeiras

253

No dia 6 de Setembro, pelas 19h00, inserido nos festejos em Honra de Nossa Senhora da Ajuda, será apresentado no Largo de São Marcos, em Gaeiras, o Projeto “ECO-FEST” do Espaço Ó.

Este projeto foi desenvolvido pelo núcleo ambiental do Espaço Ó – Associação para o Desenvolvimento Comunitário do Concelho de Óbidos e tem como objetivo, consciencializar e mobilizar a comunidade através da expressão artística para a adoção e promoção de boas práticas ambientais. Destina-se essencialmente a associações, organizações e empresas promotoras de eventos de âmbito cultural, desportivo, recreativo, social ou ambiental…

Considerando que em grande parte dos eventos, em particular nas tradicionais festas e romarias, foco principal deste projeto, os resíduos são um problema, o Espaço Ó pretende desenvolver um programa com o objetivo de:

1. Reduzir: os copos reutilizáveis e as embalagens plásticas que se traduzem em 80% dos resíduos gerados num evento. Desta forma, reduz-se a gestão e o custo da limpeza do recinto.

2. Impulsionar: os copos personalizados são um bom suporte para a disseminação de projetos. Ajudam a ampliar a sua mensagem ou marca. Também são ideais para divulgar patrocinadores ou organizações e com o depósito dos copos pretende-se recuperar o custo do investimento de forma a realizar algum valor para as entidades organizadoras dos eventos, devendo essa verba ser aplicada numa causa social/cultural ou comunitária.

3. Alertar: com a colocação de 3 ecopontos “artísticos” pretende-se alertar a população que a reciclagem é uma responsabilidade de todos e deve cada vez mais, fazer parte do quotidiano das nossas famílias.

Como: Com a temática “Reciclar é uma Responsabilidade de Todos” após decisão da coordenação do projeto, contratou-se o artista caldense, e um dos grandes impulsionadores da arte urbana na região Oeste, João Olivença, onde nos propôs a «elaboração de 3 rostos anónimos, mas representativos de 3 faixas etárias diferenciadas. Poderia chocar-nos inicialmente ver rostos em caixotes do lixo… mas a verdade é que são as pessoas os agentes mais fortes para a propagação de uma mensagem!»

Memória descritiva
Press Release