Visita à Fábrica de Água da Charneca com público muito interessado

Projecto “Por este Rios acima – Conhecer para proteger"

197

No sábado passado, 11 de Janeiro, a Associação PATO e a Águas do Tejo Atlântico realizaram, em parceria, uma visita à Fábrica de Água da Charneca, localizada no concelho de Óbidos.

Com o objectivo de mostrar qual o papel das Fábricas de Água na gestão do ciclo urbano da água, os participantes ficaram a conhecer a principal infraestrutura de saneamento que contribuiu, e tem contribuído, para a despoluição da bacia hidrográfica da lagoa de Óbidos.

Um público muito interessado que, depois da visita à ETAR, ficou a conhecer todo o processo de tratamento das águas residuais e que estas, depois de tratadas, podem ser utilizadas para diversos fins, como rega e lavagens, antes de serem devolvidas à natureza. Os visitantes também foram alertados para o papel que têm no uso eficiente da água e como podem contribuir para uma utilização mais sustentável deste bem tão essencial à vida, ao mesmo tempo que facilitam o processo de tratamento não colocando lixo na sanita.

Uma iniciativa integrada no projecto “Por este Rios acima – Conhecer para proteger”, co-financiado pela União Europeia e pelo Camões, I.P., no âmbito do projecto “No PLANet B da AMI”, que terminou com uma caminhada até à lagoa de Óbidos, para observação da avifauna que habita nesse magnífico ecossistema aquático.

A Associação de Defesa do Paul de Tornada – PATO é uma organização não governamental de ambiente, que tem ao longo de 30 anos lutado pela preservação e recuperação ecológica do Paul de Tornada e Lagoa de Óbidos, procurando aliados junto da população local e sensibilizando e alertando as autoridades locais, nacionais e internacionais.

As acções de sensibilização e educação ambiental têm desempenhado um papel fundamental na actividade da associação, privilegiando o contacto com a natureza e as acções directas com a população (escolar e não escolar). A Associação tem dedicado igualmente parte dos seus esforços aos estudos ecológicos e de caracterização e inventariação de espécies do Paul de Tornada e doutros espaços naturais na região.

Em funcionamento há 15 anos, a Fábrica de Água da Charneca serve os municípios do Bombarral, Cadaval e de Óbidos e descarrega o efluente tratado no oceano Atlântico através do subsistema da Margem Norte da Lagoa de Óbidos. Dimensionada para tratar um equivalente populacional de 30.614 hab. eqv., ao qual corresponderá um caudal médio de 6.322 m3/dia, é a principal estação de tratamento de águas residuais (ETAR) que integra o projecto de despoluição da lagoa de Óbidos.