“Encontrámos uma solução para esta obra essencial para o concelho”

Recomeçaram as obras do projecto dos antigos Armazéns do Vinho, em A-da-Gorda

777

Recomeçaram as obras do projecto para os Armazéns do Vinho, de A-da-Gorda, concelho de Óbidos. As obras foram interrompidas por insolvência da empresa a quem foram adjudicados os trabalhos. No entanto, e depois de um grande esforço de renegociação por parte do presidente da Câmara Municipal de Óbidos, as obras recomeçaram no início deste mês de Janeiro.

Humberto Marques explica que “quando se adjudicou esta obra, os preços na área das obras públicas estavam em baixo e o começo dos trabalhos coincidiu, precisamente, com um grande aumento desses mesmos preços, nomeadamente dos materiais e da mão-de-obra, pelo que o empreiteiro não conseguiu terminar os trabalhos com os valores adjudicados. No entanto, fizemos todos os esforços para conseguir ultrapassar este problema e, numa solução de compromisso, estamos a retomar os trabalhos desta obra – estimada a sua conclusão para Julho deste ano – que é essencial para aquela zona do concelho de Óbidos”, sublinha.

Recorde-se que este Espaço Ó de A-da-Gorda terá “equipas multidisciplinares para ajudar as pessoas a criar e a desenvolver a sua própria ideia”. Trata-se de um novo espaço que pretende integrar-se ainda mais no território e trazer à comunidade local uma nova ferramenta de desenvolvimento de projectos, produtos e pessoas. Será um projecto colaborativo, onde os saberes e as tradições locais, por exemplo, através de novas visões e abordagens, poderão ganhar formas diferentes e ser uma mais-valia económica, para sectores específicos como a Agricultura, o Turismo e os Serviços.

Este projecto terá, ao todo, cinco infraestruturas, nomeadamente um auditório multiusos, uma área de trabalho/laboratório, um espaço de co-work e de escritórios, uma zona de habitação e uma área de serviços de apoio. O projecto tem um custo de cerca de 1 milhão de euros, comparticipados por fundos europeus.

Press Release (pdf)