Município de Óbidos vai avançar com obras de requalificação do Centro de Saúde

Trabalhos deverão começar no final deste ano e custam 280 mil euros

466

O Município de Óbidos vai avançar com as obras de requalificação da Unidade de Saúde de Óbidos. O protocolo com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) já foi celebrado, estando previsto que os trabalhos, orçados em 280 mil euros, avancem no último trimestre deste ano.

Na sexta-feira passada, dia 21 de Janeiro, houve uma primeira reunião para analisar tecnicamente todo o projecto, que juntou o executivo municipal, a directora executiva do ACES Oeste Norte e técnicos da autarquia e da Administração Regional de Saúde.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Óbidos, “os trabalhos prevêem a remoção da cobertura em fibrocimento, a substituição da caixilharia, o revestimento exterior em capoto, colocação de um sistema de climatização e reparações gerais”. Humberto Marques afirma que “o objectivo é dotar as actuais instalações de melhores condições para os profissionais de saúde e para os utentes, sendo que as instalações ficam já preparadas para receber a nova Unidade de Saúde Familiar, há muito desejada no concelho”.

“As obras deverão começar em Outubro deste ano”, afirma o vereador da Intervenção Social e Obras Municipais, revelando que “já existe um protocolo estabelecido entre Município e a ARSLVT, para que o Município de Óbidos, em substituição desta entidade, possa assumir o lançamento do concurso público para a execução das obras”. Os trabalhos deverão demorar cerca de 3 meses a estar concluídos. “Os projectos são da responsabilidade da Administração Regional de Saúde, sendo que a obra será comparticipada a 100 por cento pelo Município de Óbidos”, explica José Pereira.

Recorde-se que o Centro de Saúde de Óbidos funciona, segundo dados do Ministério da Saúde, com 5 médicos e 7 enfermeiros, tendo, neste momento, 6480 utentes inscritos. Esta Unidade de Saúde faz parte do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte. O ACES Oeste Norte presta cuidados de saúde primários à população dos concelhos de Alcobaça, Bombarral, Caldas da Rainha, Nazaré, Óbidos e Peniche, num total de cerca de 200 mil utentes e de uma área territorial de 1.052 quilómetros quadrados.

Press Release (pdf)