Semana Santa de Óbidos nomeada para as 7 Maravilhas da Cultura Popular

Validação pelo Conselho Científico da candidatura

338

As cerimónias da Semana Santa de Óbidos receberam o selo de “nomeado”, enquanto candidatas à nova edição do Concurso 7 Maravilhas da Cultura Popular. Este é o selo base das 7 Maravilhas e advém da validação, pelo Conselho Científico da candidatura formalizada pela Santa Casa da Misericórdia da Vila de Óbidos.

Integram a presente candidatura a Procissão Penitencial da Ordem Terceira de São Francisco, a Procissão da Mudança das Imagens, a Procissão de Domingo de Ramos, a Procissão do Senhor Jesus dos Passos, o Auto do Descimento da Cruz e a Procissão do Enterro.

O comunicado da Santa Casa da Misericórdia caracteriza a Semana Santa como “um ex-libris, pois Óbidos continua a ser um palco privilegiado de celebrações de acontecimentos de índole histórico-religiosa. Evocando a paixão e morte de Cristo, a Semana Santa atrai à Vila muitas pessoas, portugueses e estrangeiros, unidos pela devoção ou simplesmente por curiosidade cultural e turismo religioso”.

O mesmo documento acrescenta ainda que “a Semana Santa desperta o maior interesse do ponto de vista cultural e turístico, pois desde cedo se revelou como o melhor cartaz de Óbidos e inegavelmente apresenta as mais lindas e impressionantes cerimónias religiosas do género realizadas no Oeste.”

O presente concurso tem como objetivo valorizar o papel que a vivência e reconhecimento do património cultural imaterial desempenha na sedimentação das identidades coletivas, a nível local e nacional, ao mesmo tempo que se propicia um espaço privilegiado de diálogo, conhecimento e compreensão mútuos entre diferentes tradições. Dentro do tema, as categorias a concurso são: artesanato, lendas e mitos, festas e feiras, músicas e danças, rituais e costumes, procissões e romarias, e artefactos.

Nesta 9.ª edição das Maravilhas de Portugal, os candidatos vão ser votados por cada um dos 18 distritos e das duas regiões autónomas, numa fase em que haverá sete candidatos por cada distrito e região autónoma, constituindo um total de 20 os programas televisivos transmitidos, em direto, durante os meses de julho e agosto pela RTP. Nessa fase, os candidatos já estarão reduzidos a 7 em cada distrito e região autónoma, num total de 140 patrimónios. Em cada programa da RTP será apurado um pré-finalista para passar às semifinais; posteriormente, haverá ainda uma repescagem. A gala final com os 14 finalistas realiza-se a 5 de setembro.

Para informações adicionais, aceda à sua página oficial www.7maravilhas.pt.