Trabalhos na aberta da Lagoa de Óbidos prolongam-se até final de Maio

Para não comprometer a época da desova

310

Começaram ontem, 6 de Maio, e prolongam-se por duas semanas, os trabalhos a abertura do canal que liga a Lagoa de Óbidos ao mar. Trata-se de uma medida de prevenção, uma vez que a probabilidade iminente do assoreamento da aberta (embocadura de ligação) é real, tendo como resultado o aquecimento e consequente falta de oxigenação das águas da lagoa. Esta situação é tanto mais grave neste momento, uma vez que é agora que muitas espécies estão na época da desova.

Humberto Marques, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, informa que “foi tomada a decisão de reabertura da aberta para minimizar os impactos neste ecossistema”. O autarca explica que esta intervenção “foi objeto de análise quer por parte do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), quer por parte da Agência Portuguesa do Ambiente, em articulação com os dois municípios, Óbidos e Caldas da Rainha, e Associação de Mariscadores e Pescadores”.

A intervenção será feita num período de 16 dias, através de uma parceria entre a Agência Portuguesa do Ambiente, com apoio técnico, logístico e financeiro, e as Câmaras Municipais de Óbidos e de Caldas da Rainha, através do recurso a equipamentos contratados por estas duas entidades, designadamente duas giratórias e quatro dumpers. O custo estimado desta intervenção ronda os 45 mil euros.

https://www.youtube.com/watch?v=zf5tXQCcfPw