“O Futuro da Cidade” com sessão de encerramento, dia 24, no CCC

Rede Cultura 2027

95

O encerramento do congresso “O Futuro da nossa Cidade”, a decorrer nos dias 23 e 24 de Outubro, em Leiria e nas Caldas da Rainha, terá como protagonistas os 805 mil habitantes que vivem nos 26 municípios que, desde Maio, em plena pandemia, têm participado, partilhado e contribuído para fortalecer a candidatura de Leiria (e 25 municípios vizinhos) a Capital Europeia da Cultura.

Para os dois dias do congresso estão previstas ações tão diversificadas como concertos dos The Gift e da Orquestra Sinfónica de Thomar, a presença de François Matarasso, de Tolentitino Mendonça e de Alexandre Quintanilha, ou exposições artísticas, debates geracionais, entre muitas outras atividades.

No dia 23, sexta feira, a conferência de abertura será́ realizada por Tolentino Mendonça tendo como foco a temática da hospitalidade. A acontecer no Teatro José Lúcio da Silva e também em cada município que disponibilizará uma sala onde se reúnem os seus congressistas, todas ligadas digitalmente entre si. Da parte da manhã, os trabalhos têm uma programação única transmitida a partir de Leiria. Da parte da tarde cada município organiza, com a liderança do seu vereador da Cultura, uma Oficina do Futuro. Esta oficina é realizada pelos congressistas locais e vai terminar numa síntese dos seus trabalhos que será́ transmitida em direto a todo o plenário.

No dia 24, sábado, os congressistas podem dirigir-se de todo o território para o Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha (CCC). Aqui terá́ lugar um primeiro momento em que será́ dada voz à comunidade nas suas diferentes gerações e diferenças, com o desafio de acabar a frase: “Quero ser, agir e participar para que o futuro da minha cidade seja…”

A conferência de François Matarasso, nome maior e atual no âmbito das práticas artísticas em comunidade, finaliza a tarde do dia 24, mas o congresso tem ainda um serão com partilhas dos roteiros experienciais, uma história por Gonçalo M. Tavares e um concerto de encerramento.

São dois dias em que se pretende lançar as bases para um debate europeu sobre a importância da cultura, como elemento de coesão territorial, fundamental para o futuro das cidades, “tão importante para fazer face a situações limite como a que estamos a viver”, como adiantou o presidente da câmara de Leiria, Gonçalo Lopes.

Em 2020, em contexto de pandemia, Leiria reitera e reforça essa vontade, com a convicção que só unidos será possível vencer e seguir em frente.

Consulte o programa completo, AQUI

Inscrições, AQUI

Cartaz
Cartaz