ESOESTE associa-se à plataforma Too Good To Go no combate ao desperdício alimentar

Óbidos Parque é ponto de recolha das designadas “magic boxes”

161

A ESOESTE, empresa da comunidade Óbidos Parque, associou-se à plataforma Too Good to Go, posicionada como “o maior mercado online B2C de excedente alimentar no mundo”.

O objetivo é dar uma segunda oportunidade a produtos ESOESTE (frutas e legumes) que, de outra forma, seriam desperdiçados. O Óbidos Parque é o ponto de recolha das chamadas “magic boxes”, as caixas-surpresa que contêm aquele excelente alimentar.

A plataforma Too Good to Go intervém em várias dimensões, impactando três grandes agentes: as empresas, os consumidores e o planeta. “Os utilizadores podem usufruir de refeições deliciosas a preços mais acessíveis, as empresas alcançam novos clientes e otimizam operações, e o planeta tem menos comida desperdiçada para lidar – uma solução em que todos ganham”, lê-se no website da plataforma.

A ideia de recorrer à tecnologia para conectar pessoas e para as ajudar “a reduzir o desperdício de alimentos começou na Dinamarca e foi rapidamente adotada por várias mentes empreendedoras em toda a Europa”, lê-se ainda. “Com a mesma ambição e paixão por aquilo que daria mais sentido ao nosso sistema alimentar, decidiram unir forças e criar uma solução simples: ligar pessoas na hora certa, no local certo, para reduzir o desperdício alimentar”.

Como funciona?
Esta app tem como parceiros ativos padarias, pastelarias, produtores, supermercados, hotéis, restaurantes, entre outros.

Para conhecer e aceder aos parceiros ativos, o utilizador tem primeiro de fazer o download da app e registar-se. Permitindo à plataforma usar a localização do utilizador, é possível a este saber, de imediato, quais os negócios mais próximos com boxes/refeições disponíveis. O mesmo também é possível manualmente, selecionando no mapa a localização pretendida. Depois, é escolher o negócio, comprar a box (uma ou mais) e recolher (cada parceiro determina o seu horário de recolha).

Sobre a ESOESTE
A ESOESTE, liderada por Vítor Almeida e Cátia Branco, comercializa maioritariamente Pera Rocha, Royal Gala, Fugi, Reineta e Casa Nova. A área de produção está situada nos concelhos de Óbidos e Caldas da Rainha, onde as condições climatéricas proporcionam características únicas à qualidade da sua fruta.

Em 2020, para fazer face às inúmeras dificuldades criadas pela pandemia, a ESOESTE criou a primeira ESOESTE Box, que reunia os melhores frescos produzidos por agricultores da região. A multiplicidade de produtos e de soluções criadas não tem parado desde então.

Press Release (pdf)