Museu Municipal lança nova aplicação de realidade aumentada e põe quadros a falar

Dia Internacional dos Museus celebrado em Óbidos

328

Os Museus d’Óbidos assinalam, dia 18 de Maio, terça-feira, o Dia Internacional dos Museus, que, este ano, é subordinado ao tema “O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar”. O dia, em Óbidos, será celebrado com diversas actividades, com destaque para a apresentação de uma nova aplicação (app) para o Museu Municipal.


O lançamento do projeto App História Viva – Realidade Aumentada no Museu Municipal de Óbidos – uma cooperação entre o Município de Óbidos e Universidade Lusófona – será às 11 horas, no Museu Municipal. Este projecto nasce de um processo colaborativo, iniciado em Fevereiro de 2021, com a Universidade Lusófona, que visa, sobretudo, reinventar e reimaginar os Museus d’Óbidos para uma nova realidade, mais contemporânea e tecnológica. Este será o primeiro momento de lançamento de uma aplicação de realidade aumentada, que trabalha quatro obras de arte da colecção permanente do Museu Municipal de Óbidos, dando vida às figuras ilustres representadas, que contam a sua história na primeira pessoa.


Às 14 horas será a apresentação da Prova de Aptidão Profissional da estagiária Margarida Costa, com o lançamento do projeto “Jardim d’Óbidos” na Casa do Arco da Cadeia. Este projecto tem em vista a valorização dos espaços afectos ao serviço de Cultura e Turismo do Município de Óbidos e, através de um estágio curricular da Escola Empresarial do Oeste, estabeleceu-se a criação de um produto turístico na Casa do Arco da Cadeia. Esta iniciativa procura dar a conhecer o interior de uma casa em Óbidos, que fora residência do pintor e cenógrafo Abílio de Mattos e Silva e da decoradora de interiores Maria José Salavisa. Esta acção permite, a quem visita a Casa do Arco, conhecer melhor os artistas em questão. Com intenção de enriquecer o projecto, criou-se ainda o conceito “Jardim d’Óbidos”, que pretende ser um mostruário das flores que habitam os cantos e recantos da Vila, instalado no pátio da Casa-Museu.


Recorde-se que o Dia Internacional dos Museus, celebrado a 18 de Maio, vai centrar-se, este ano, nos desafios de recuperação e reinvenção destes espaços face à crise provocada pela pandemia de covid-19, anunciou o Conselho Internacional de Museus (ICOM). Este organismo internacional promove as comemorações do Dia Internacional dos Museus desde 1977 com o objectivo de reforçar os laços dos museus com a sociedade.


As medidas de contenção da pandemia obrigaram ao encerramento dos museus, que sentiram uma acentuada quebra nos visitantes e de receitas. Nesse sentido, o ICOM desafia os museus de todo o mundo a “abraçar e liderar a mudança”, através de uma “reflexão sobre a relação com as comunidades que servem, experimentar novas formas de modelos híbridos de fruição cultural, e reafirmar a sua missão de construtores de um futuro justo e sustentável”.

Cartaz
Press Release (pdf)