Óbidos Dance dinamiza iniciativas no Óbidos Vila Natal

Com um “Flash Mob” e um espetáculo itinerante

133

Integrado no Óbidos Vila Natal, a Associação Óbidos Dance, a convite do Município de Óbidos e da Óbidos Criativa, apresentou duas iniciativas pioneiras que aconteceram na vila de Óbidos a 11 e 19 de Dezembro.

Assim, no dia 11 de Dezembro, houve lugar a um “Flash Mob” que juntou cerca de 50 pessoas, em efeito surpresa, a dançar na vila, com duas coreografias distintas em três pontos: Porta da Vila, Livraria de Santiago e, no final, Praça de Santa Maria. Esta iniciativa foi desenvolvida pelos coreógrafos Daniel Silva, Walter Moraes (professores na associação) e Neuza Saramago.

“Estamos muito gratos por mais uma vez podermos divulgar a dança em Óbidos e desta forma ter a oportunidade de fazer algo diferente na vila. Juntámos os três estilos de dança e fitness que estão a desenvolver as respetivas atividades de danças de salão/desportiva, Hip Hop e zumba. Foi um trabalho feito em equipa, juntos pela dança em Óbidos e isso acabou por resultar num momento cheio de boa energia e felicidade. Agradecemos a todos os participantes e aos nossos parceiros. Será definitivamente uma experiência a repetir”, diz Daniel Silva.

Quanto ao dia 19, a Óbidos Dance apresentou um espetáculo itinerante “A Dança de Sonho de Alice”, que juntou música, teatro e dança. Em cada paragem houve uma ou mais peças de dança, integradas numa narrativa criada para o efeito.

“Da conceção dos cenários à criação das coreografias e à confecção dos figurinos nada foi deixado ao acaso, de forma a proporcionar a melhor experiência ao público. Esta iniciativa juntou cerca de 50 alunos e 10 assistentes de produção ‘amadores’. Para além de juntar duas áreas como o teatro e a dança, esta peça também ganha valor devido à sua mensagem de inclusão, por ser para vários públicos e ainda de ter várias faixas etárias a atuar. Aliado a isso, o cenário natural e encantador de cada recanto da vila de Óbidos aumentou ainda mais o valor da peça”, adiantam os responsáveis.

O texto e encenação foi de Maria Lucas e a direção artística de Daniel Silva, que explica “confirmado o sucesso de “A Dança de Sonho de Alice”, a nossa Associação já está a perspetivar para 2022 a reposição do espetáculo em várias freguesias do concelho e até, eventualmente, a adaptação para modelo de teatro de sala, possibilitando, por exemplo, a assistência do mesmo aos centros de Melhor Idade assim como às escolas”.

A Associação Óbidos Dance formalmente criada em Abril de 2021 nasceu de um projeto que começou no meio da pandemia, em Setembro de 2020. Neste momento conta com 62 alunos, com os estilos de dança de salão e Hip Hop, e irá iniciar em 2022 uma nova modalidade: o Ballet. Está, igualmente, a planificar um conjunto de atividades e iniciativas que concretizam a sua missão: promover e divulgar a dança no concelho de Óbidos.