Escritora Daniela Costa publica texto original em revista neerlandesa

No âmbito do Projeto CELA, que o Município de Óbidos integra

196

O Município de Óbidos integra o projeto CELA que reúne 30 escritores, 79 tradutores e 6 profissionais literários de 10 países europeus. Este programa, que vai na sua segunda edição, decorrerá até 2023. O seu objetivo é o de aumentar a capacidade de uma nova geração de criadores literários para trabalhar numa escala internacional e para o público europeu.

Permite uma cooperação transnacional intensiva entre escritores, tradutores e profissionais literários em início de carreira. O projeto proporciona um percurso de quatro anos (2019-2023) com formação, instrumentos e uma rede que visa tornar possível uma carreira internacional e estabelecer uma prática profissional integrada.

A escritora Daniela Costa faz parte da equipa portuguesa, gerida pelo Município de Óbidos. O texto original, criado especialmente para o projeto e denominado A Tapioca, escrito em português e traduzido para outras línguas europeias, teve a mentoria de João Paulo Cotrim [1965-2021] e foi recentemente publicado em neerlandês na revista literária belga Deus Ex Machina.

“A Tapioca é um retrato do interior do nosso País, chamuscado pelos incêndios e pela desertificação. Tem como protagonistas uma imigrante brasileira e um velho casmurro, que se transformam em sobreviventes do fim do mundo”.

Daniela Costa publicou em 2018, pela Afrontamento, “Uma Bomba a Iluminar a Noite do Marão”. Foi distinguida com alguns prémios literários, nomeadamente o 1.º Prémio no I Concurso Literário organizado pela Embaixada da República da Coreia em Portugal, com José Luís Peixoto à cabeça do júri (2014).