Óbidos organiza visita temática sobre “O Curso das Águas”

No âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

712

O Município de Óbidos vai realizar, no próximo dia 30 de Abril, pelas 11 horas, uma visita temática sobre “O Curso das Águas”. Uma visita no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios – que se celebrou no passado dia 18 de Abril – e que tem o propósito de dar a conhecer a quem nos visita os sistemas hidráulicos implementados ao longo de vários séculos na Vila de Óbidos, decisivos no seu desenvolvimento, sobretudo porque permitiu o abastecimento de água corrente no centro da Vila de Óbidos.

Recorde-se que, em 2022, o ICOMOS (Conselho Internacional de Monumentos e Sítios) definiu “Património e Clima” como tema do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios. É dentro desta temática que se realiza esta visita guiada, cujo ponto de encontro será o Posto de Turismo de Óbidos, devendo as inscrições ser feitas por correio electrónico para museu.municipal@cm-obidos.pt.

A Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), em colaboração com o ICOMOS Portugal, impulsiona a divulgação deste tema com a finalidade de reconhecer o potencial do património cultural na construção de uma acção climática inclusiva, transformadora e justa, através da salvaguarda de todos os tipos de património cultural contra os impactos climáticos adversos, da construção de respostas informadas a situações de desastre, da implementação de um desenvolvimento sustentável resiliente ao clima, numa perspectiva de equidade e justiça.

O tema “Património e Clima” pretende perspectivar as grandes causas da sustentabilidade e da economia circular do ponto de vista do Património Cultural, que tem vindo a sofrer, em maior ou menor grau, os efeitos do aquecimento global, da alteração de ecossistemas envolventes, de situações de seca extrema ou de exposição à subida das águas, mas também reconhecer o seu papel enquanto agente na construção de uma acção climática inclusiva, transformadora e justa.

Este tema convida-nos, assim, a analisarmos o passado e o património material e imaterial enquanto herança e referência da nossa identidade mas, também, a projectarmos um futuro mais solidário e mais inclusivo, sensibilizando comunidades e públicos, reforçando laços identitários e criando novas oportunidades – alicerçadas no reconhecimento da importância da cultura e do património enquanto elementos aglutinadores da sociedade.

Cartaz