Festival de piano realiza-se em Óbidos e Caldas da Rainha

Edição especial de homenagem à Ucrânia | 27 de Julho a 10 de Agosto

240

As Master Classes da SIPO – Semana Internacional de Piano de Óbidos e Festival Internacional de Piano do Oeste regressam a Óbidos e Caldas da Rainha com uma edição especial de homenagem à Ucrânia, de 27 de Julho a 10 de Agosto.

Boris Berman conceituado pianista de origem russa, e um dos professores, é o protagonista de um concerto de apoio ao povo ucraniano e em defesa da paz, no dia 2 de Agosto, no Auditório Municipal Casa da Música, em Óbidos, com um repertório inspirado na obra de Valentin Silvestrov, um dos mais reconhecidos compositores ucranianos atuais, que se tem manifestado de forma veemente contra o totalitarismo e a violência.

A organização atribui ainda uma bolsa de formação a um jovem pianista ucraniano. A 27.ª edição do evento traz de volta, sem restrições, o charme do som dos pianos e acolhe, nas Master Classes, cerca de três dezenas de jovens de todo o mundo.

O Festival Internacional de Piano do Oeste abre, como em anos anteriores, as suas portas ao público da região. O programa do Festival é vasto e inclui 12 concertos que terão lugar nos concelhos de Óbidos e Caldas da Rainha, encerrando com um concerto no Museu do Oriente em Lisboa. Marcam presença no evento prestigiados intérpretes nacionais e internacionais, jovens pianistas, laureados de edições anteriores.

Outro destaque deste ano é o concerto de João Barradas, no dia 2 de Julho, no CCC Caldas da Rainha. O jovem acordeonista e compositor português é um dos mais conceituados e conhecidos acordeonistas europeus, movendo-se, simultaneamente, entre a música Clássica, o Jazz e a música improvisada.

Também os pianistas, James Giles (USA), Josep Colom (Espanha), Boris Berman (Rússia/USA) Piotr Świtoń (Polónia), Mirta Herrera (Argentina) e os portugueses António Rosado, Manuela Gouveia e Artur Pizarro são presenças confirmadas nesta edição, com concertos a realizar entre 28 de Julho e 2 de Agosto.

O Festival engloba, ainda em Óbidos, uma exposição de Fotogravuras de Margarida Lourenço, intitulada “Tempo Suspenso ” e uma conferência do renomado musicólogo Rui Vieira Nery.

Em 2022, as muralhas da vila de Óbidos “abrem-se” também para mais uma edição das Master Classes que pretendem ser um hino à paz e à forma de como a música, e, em especial o piano, tem servido de “purificação” a um povo que sofre há meses as consequências de uma guerra.

“Comove-nos ver como o povo ucraniano, e os pianistas em especial, tocam e exprimem a sua dor através da música. Essas «imagens» de pianistas no meio do caos, que através da música confortam as vítimas, não nos deixam indiferentes e, por isso, queremos homenagear o povo ucraniano”, refere Manuela Gouveia, diretora artística do festival.

As Master Classes da SIPO continuam a ser um espaço privilegiado para jovens pianistas de todo o mundo aperfeiçoarem o seu desenvolvimento musical com pedagogos de renome internacional.

Entre 29 de Julho e 8 de Agosto, são esperados 28 jovens, oriundos de 10 países – Portugal, Espanha, Alemanha, Polónia, Austrália, EUA, China, Japão, México e o Brasil. Estes jovens que participam nas Master Classes de Piano e de Música de Câmara serão orientadas por Eugen Indjic, James Giles, Boris Berman e Manuela Gouveia.

A magia enche as ruas de Óbidos onde estão mais de uma dezena de pianos espalhados pela vila, fazendo a música, dita erudita, acessível a todos. Os sons dos pianos brindam os turistas na sua visita a esse magnífico burgo medieval.

A SIPO é organizada desde 1996 pela Associação de Cursos Internacionais de Música – Casa da Barbacam, com o apoio financeiro e institucional da Câmara Municipal de Óbidos e da Direção-Geral das Artes.

Consulte aqui o site oficial.

Informações adicionais:
Assessoria de imprensa SIPO
Fátima Martins – 962549149
Filipa Barbosa – 914446721

• Cartaz.