Desafios da transição digital juntam produtores, tecnológicas e entidades públicas no Óbidos Parque

Iniciativa repete-se hoje, 27 de Outubro, em Torres Vedras, sendo dirigida ao setor hortícola

135

Identificar e discutir necessidades, analisar desafios e definir ações para apoiar os setores frutícola e hortícola na sua transição digital, são os objetivos do projeto “Espaços de Diálogo”, uma iniciativa do Smart Farm Colab – Laboratório Colaborativo para a Inovação Digital na Agricultura, em colaboração com a CONSULAI e INL, e com o apoio do INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, Rocha Center, COTHN – Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional, município de Óbidos, OBITEC e ANI – Agência Nacional de Inovação.

“O que podem as tecnológicas aportar aos produtores”, e “O que têm os produtores no seu pomar, o que gostariam de ter, e como caracterizariam um pomar inteligente”, foram os tópicos trabalhados pelos players que ontem se juntaram no Óbidos Parque, naquele que foi o encontro de arranque do projeto.

Durante as sessões de trabalho, que juntaram produtores, empresas tecnológicas, consultores, fornecedores de tecnologia e entidades públicas, ficou clara a necessidade de se estimular a criação de sinergias entre tecnológicas, e de tornar a tecnologia mais acessível aos produtores (através de formação, acompanhamento e apoio na sua utilização – orientada para a função/ferramenta).

“Estamos sempre dispostos a colaborar com este tipo de iniciativas, e nestas dimensões”, referiu Miguel Silvestre, diretor executivo do Óbidos Parque, na sessão de abertura do encontro. “Somos um parque tecnológico para empresas de base criativa, tecnológica e digital, e quanto mais diversificada for a nossa oferta, mais atrativos seremos”, salientou. “Se juntos conseguirmos criar um cluster nestas áreas, na nossa zona, teremos condições para sermos uma referência em Portugal”.

De referir que a ação “Espaços de Diálogo” surge no âmbito do Interreg Hub Iberia Agrotech (HIBA) EU, uma iniciativa hispano-portuguesa que pretende criar um ecossistema multirregional destinado à digitalização do setor agroalimentar através de hubs de Inovação Digital.

Repete-se hoje, 27 de Outubro, em Torres Vedras, sendo dirigida ao setor hortícola.

Sobre o Óbidos Parque
O Óbidos Parque é um centro de negócios de base tecnológica, digital e criativa, do qual fazem hoje parte perto de 40 empresas em regime físico e cerca de 25 em regime virtual.

Através de uma interligação dinâmica entre empresas, mercado e comunidade académica e de investigação, o parque oferece um ecossistema de inovação favorável ao desenvolvimento de projetos, quer estejam numa fase embrionária, nascente, ou numa fase avançada de maturação.