Programa municipal Melhor Idade celebra 18 anos

Convívio decorreu no CSCR da Amoreira

141

O programa municipal Melhor Idade celebrou, no dia 2 de Novembro, o seu 18º aniversário com uma tarde de convívio no salão do Centro Social Cultural e Recreativo da Amoreira.

“Sou neto, sou filho e também sou pai, e quero que se valorize tudo aquilo que aqui estamos todos a fazer. Hoje, nesta sala, encontra-se muito conhecimento e saberes acumulados de gerações em gerações, que devem ser aproveitados e partilhados. Espero que, no futuro, continuem a existir convívios, que haja envelhecimento ativo e que se mantenham condições para podermos continuar a ser úteis neste mundo durante muito mais tempo”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Óbidos, Filipe Daniel, durante a sua intervenção, sublinhando a importância da partilha de experiências entre as gerações e dos espaços intergeracionais que promovem estas ações.

O autarca agradeceu ainda a toda a “equipa e colaboradores que fazem um trabalho de proximidade, um fundamento muito importante naquilo que é a nossa comunidade e o desígnio político no território de Óbidos”.

Os vereadores Telmo Félix e Margarida Reis estiveram presentes na comemoração, bem como animadores, amigos, familiares e entidades parceiras do Melhor Idade.

A celebração contou com a presença da cantora Rebeca, que prontamente aceitou o convite para estar presente, e ainda com a atuação do grupo de música do projeto “Incluir pela Arte,” do Espaço F (Felicidade), do Complexo Desportivo Municipal.

Recorde-se que o Programa Melhor Idade surgiu em 2005 com o intuito de criar um conjunto articulado de respostas sociais adequadas à população idosa e reformada do Concelho de Óbidos. Atualmente, este programa conta com 11 Centros de Convívio em funcionamento, cerca de 200 utentes inscritos e uma equipa de 25 pessoas, com o objetivo de fomentar o aumento da qualidade de vida dos utentes por meio do desenvolvimento de atividades de apoio que têm como objetivo satisfazer as necessidades e interesses dos idosos em termos de alimentação, atividades ocupacionais, convívios, passeios e relacionamentos com outros grupos da sua comunidade local e alargada.