“Fábrica da Criatividade” apresenta programa e expõe projetos de alunos dos Arcos, Alvito e Furadouro

114

Nos próximos dias 07, 14 e 21 de junho, a partir das 21h00, os complexos escolares dos Arcos, Alvito e Furadouro acolhem – respetivamente – uma nova edição da apresentação do projeto educativo “Fábrica da Criatividade”.

O programa integra uma exposição com os projetos desenvolvidos pelos alunos no ano letivo 2023-2024, e a visualização dos filmes de animação do projeto “Óbidos Anima”.

Nestes dias, a comunidade educativa é convidada a percorrer esta exposição, que será guiada pelos alunos que vão explicando os projetos realizados ao longo do ano.

A “Fábrica da Criatividade” surge como estratégia de promoção de ações na área da educação, tendo por base a criatividade e a inovação. É um programa que pretende preparar as gerações futuras para desafios cujo conteúdo pouco se conhece, mas também para padrões de vida diferentes dos de hoje.

Visa ainda fomentar uma inteligência emocional e criativa, apostando numa cidadania mais ativa, participada, democrática e responsável.

Projeto inclusivo, com dinâmicas de conhecimento transversais

Este ano, o projeto ganhou uma nova dimensão. “Tornou-se um projeto inclusivo em toda a sua abrangência, passando a acolher alunos com deficiência. Focado no interesse do aluno, com dinâmicas de conhecimento transversais, possibilitando a observação atenta de comportamentos e necessidades desta comunidade escolar”, salienta Margarida Reis, vereadora da Educação na autarquia de Óbidos.

“Este espaço destaca-se pelo trabalho desenvolvido no âmbito da Educação Inclusiva – considerando as três dimensões da Direção-Geral de Educação – que persegue uma prática educativa de construção do conhecimento através da experimentação, que valoriza a potencialidade de cada aluno, com metas construídas consoante o perfil de cada um, e regido pelo Plano Individual de Transição para a vida adulta, numa perspetiva de apoio à transição da escola para o emprego”.

Projetos já implementados

Neste momento, existem três projetos implementados no Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos: o “Atelier”, o “MyMachine” e o “Óbidos Anima”.

O “Atelier” está a funcionar no Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos desde 2010, através de uma parceria do Município de Óbidos com a Fundação Reggio Children. Faz parte da componente curricular, promovendo uma articulação entre professores e atelieristas que exploram os conteúdos curriculares em múltiplas abordagens.

O programa “MyMachine” baseia-se numa metodologia de três etapas: Ideia, Design e Construção, pressupondo um trabalho de parceria entre escolas, empresas, parque tecnológico, município, universidades e outras organizações.

Estas parcerias dão resposta ao desafio que o programa lança, anualmente, a todos os alunos do 1º ano de escolaridade do Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos, para desenharem e selecionarem uma máquina de sonho.

Das dezenas de ideias concebidas pelas crianças em conjunto com alunos da universidade, é selecionado o desenho de uma máquina que, nos meses seguintes, será discutido por grupos de alunos da universidade e das organizações educativas e formativas com nível secundário/profissional.

O programa culmina com uma apresentação à comunidade educativa das máquinas construídas e de todo o processo envolvente.

Já o cinema de animação é uma ferramenta pedagógica que permite diversificar as estratégias de ensino-aprendizagem, através da construção de novas dinâmicas de grupo e da utilização de recursos tecnológicos diversificados.

O projeto decorre durante o ano letivo e, no final de cada um, é feita uma sessão de cinema ao ar livre na escola. Toda a comunidade é depois convidada a assistir aos filmes produzidos pelos alunos durante todo o ano.

Este momento conta também com uma exposição do trabalho realizado pelos alunos, como maquetes, desenhos, fotografias, entre outros.

O programa tem garantido às escolas de Óbidos uma projeção mundial, através do desenvolvimento de redes/parcerias ou da visita de professores, diretores de escolas, decisores políticos, que procuram conhecer melhor este programa.

Até ao momento, o programa “Fábrica da Criatividade” está conectado com mais de 20 países, de quatro continentes (Europa, América, África e Ásia).

Óbidos tem recebido pessoas do Brasil, Alemanha, Dinamarca, Itália, Espanha ou do Irão, que procuram conhecer alguns dos projetos já implementados.

CARTAZ | APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS FÁBRICA DA CRIATIVIDADE